quarta-feira, 17 de outubro de 2012

As Tirinhas

Ao folhear um jornal, são tantas as notícias e dos mais variados assuntos, mas geralmente nas variedades, podemos encontrar as famosas tirinhas que tanto caem na graça do povo. As tiras são basicamente desenhos onde geralmente se conhece personagens distintos nas situações diversas, dispostas normalmente em número inferior a quatro quadros e dispostas, ao menos em sua maioria, horizontalmente. Vários são os gêneros explorados nessa arte, como ação, aventura, mistério, espionagem, cômicos, policial, drama, heróis e super-heróis. Os jornais aqui de Florianópolis trabalham com publicações diárias em suas edições, porém a publicação pode ocorrer semanalmente.

A provável origem se dá quando a primeira tira de The Yellow Kid (ou O Garoto Amarelo, nome mais conhecido de Mickey Dugan, personagem principal de Hogan´s Alley, que era desenhada por Richard Felton Outcault), foi publicada em preto e branco, no dia 17 de fevereiro de 1895, no jornal New York World. A partir de 5 de maio, deste mesmo ano, passou a ser apresentada em cores, depois que passou a receber apoio dos personagens secundários. Além de ser provavelmente a primeira tira em quadrinhos do mundo, foi uma das primeiras a serem impressas a cores. Gradualmente Yellow Kid foi se tornando parte das páginas de domingo e depois passou a aparecer várias vezes na semana. Yellow Kid era uma criança calva, desdentada, com um largo sorriso no rosto e usava sempre uma camisola amarela, e foi nessa camisola que foram utilizadas, também pela primeira vez, o artifício de usar balões para mostrar as falas dos personagens. Na época a tira de jornal foi descrita como um panorama teatral da cidade, o qual mostrava as tensões raciais do novo mundo urbano, o ambiente consumista, representado por um grupo danoso de habitantes da Cidade de Nova Iorque, o qual gostava de lidar com coisas erradas. Ou seja, desde o começo, as tiras são um meio de comunicação para que o artista possa expressar não só a sua opinião, mas também os valores de sua época.

No Brasil, os personagens clássicos desta arte são: Mafalda, uma menina preocupada com a humanidade e a paz mundial que se rebela com o estado atual do mundo; Calvin, um garoto de seis anos de idade cheio de personalidade, que tem como companheiro Hobbes, um tigre sábio e sardônico, que para ele está tão vivo como um amigo verdadeiro, mas para os outros não é mais que um tigre de peluche/pelúcia; Hagar, um guerreiro Viking, que frequentemente tenta invadir a Inglaterra e outros países. Embora respeitado profissionalmente, leva uma vida pessoal frustrada. Está sempre discutindo com a esposa Helga, que não está satisfeita com o padrão de vida que a família leva; Não esquecendo toda a turma da Mônica, Luluzinha e seus amigos, estes que além de simples tirinhas, hoje ganharam quadrinhos e até desenho animado.

Há quem diga que as tirinhas já venham do tempo dos homens das cavernas, afinal, eles desenhavam nas paredes em representação aos seus dia-a-dias. Nos tempos atuais, as tirinhas já evoluíram bastante e na internet temos muitas charges animadas, mas isto fica para um texto futuro.
Leonardo Santos

Um comentário:

Albertina disse...

Interessante o texto, até porque de vez em quanto assisto a Luluzinha e gostei muito do desenho. Agora sei a história por traz desse mundo encantado de tirinhas. Beijos